Ser mulher.

Publicado 30 de setembro de 2010 por nesselugar

Uma mulher ouve a melodia das flores no vento. Vê a leveza do invisível. Sente os impulsos da vida. Sabe quando é hora de correr e de descansar , de rir e de chorar, de segurar e de deixar ir.

Contudo, tem sido dito que ser homem é a sua provação. Quando você for homem o tempo suficiente – quando sofrer o suficiente com a sua própria tolice; infligir sofrimento suficiente com as desgraças que você mesmo criou; magoar os outros o suficiente para mudar os seus próprios comportamentos – substituir agressão por razão, desprezo por compaixão, o ganhar-sempre por ninguém-perder – poderá tornar-se uma mulher.

Quando você aprender que poder não é “direito”, que força não é poder sobre, mas com, que o poder absoluto não exige absolutamente nada dos outros; quando você compreender essas coisas, poderá merecer ter o corpo de uma mulher – porque finalmente terá compreendido a Essência dela.

(DO LIVRO – CONVERSANDO COM DEUS, VOL.2)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: