A única pessoa que pode me fazer feliz.

Publicado 25 de outubro de 2010 por nesselugar

“Hoje eu acordei para não acordar,

Andei para não andar,

Falei para não ser ouvido.

Ouvi o que ninguém mais queria ouvir…

Hoje eu não soube mais o que era o tempo

E não imaginei o que faria com a noite,

Nem com as lembranças do amor

Que ontem coloquei em cada canto do meu destino.

Acredito que hoje não existiu.

Pulei o dia da minha dor,

Fiz dele um espaço vazio,

Medido pela agonia

De saber que a paixão ainda existe

E vive indômita em meu peito.” (Do livro Paris – Setembro de 1793)

A cada dia que passa, percebo que a esperança se renova dentro de mim. Me pego várias vezes, estando entre amigos, com os pensamentos longes, em um lugar que eu prefiro ignorar. A esperança que eu encontro em mim é enorme. Ela me traz uma certeza de que tudo vai dar certo, mesmo parecendo o contrário.

E como já dizia a Tati Bernardi, agora sim, eu posso dizer com toda certeza de que eu sou a única pessoa que pode realmente me fazer feliz.  Pessoas que já fizeram parte da minha vida, outras que ainda fazem e ainda outras que farão parte da minha vida, também me trazem felicidade, mas descobri que minha felicidade não pode depender das outras pessoas, mas sim de mim. Essas pessoas apenas completam a nossa felicidade.

Eu sei da capacidade que eu tenho de marcar a vida pessoas, assim como elas marcam a minha. Hoje eu sei que eu sou e posso ser mais do que eu imagino, mais do que as pessoas esperam de mim. Aliás, não importa muito o que elas esperam de mim, e nem o que eu espero delas. Isso na maioria das vezes não significa nada. Eu adoro surpreender a mim mesma. Tenho vontade de acordar a cada dia, por saber que além de sonhar, eu sou capaz de tornar tudo o que eu quero, real. Tento sempre de todas as maneiras e se algo não der certo, eu sigo em frente, querendo outras coisas, tendo outras aspirações, tentando e tentando. Quebrando a cara, na maioria das vezes, mas o crescimento que isso me proporciona é o que me reanima pra ir atrás de novo, se necessário, de tudo aquilo que eu ainda não consegui, e quebrar a cara mais uma vez.

São essas experiências, algumas vezes frustrantes, algumas vezes sofridas, que vão me dizer quem eu sou, que vão formar o meu caráter.

Conforme eu vou descobrindo algo sobre mim, vejo o quanto eu sou vitoriosa, por conseguir desvendar o mistério que envolve a mim mesma. O mistério da minha vida.

Agora, vou tentar por alguns instantes, não pensar e sim viver. Viver o presente que Deus me deu. Espero que essa tentativa dê certo e eu consiga fazer isso sempre, porque lá na frente não quero me arrepender de ter perdido a oportunidade de viver o presente, que passa cada vez mais rápido.

Anúncios

2 comentários em “A única pessoa que pode me fazer feliz.

  • Verso “sufocante”:
    “[…] Medido pela agonia /De saber que a paixão ainda existe / E vive indômita em meu peito.”

    Sim. Aproveite esses momentos de esperança e vá puxando ela com uma corda e a amarre bem perto de você. Quando ver, ela fará parte de você! Porque a esperança é a última que morre!

  • Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: