Titanic volta às telonas em versão 3D.

Publicado 27 de abril de 2012 por nesselugar

O filme Titanic – um dos maiores sucessos das telonas – teve sua reestreia no cinema, no dia 13 de abril de 2012, em versão 3D. Em 1997, quando foi estreado, Titanic ultrapassou, pela primeira vez, a barreira do bilhão nas bilheterias de todo o mundo. O filme conta a história da jovem Rose (Kate Winslet) pertencente à alta sociedade, prestes a se casar com seu rico noivo. Mas a bordo do navio Titanic ela conhece Jack Dawson (Leonardo DiCaprio), um jovem simples e aventureiro, e se apaixona pelo rapaz. As diferenças sociais fazem com que muitos se oponham ao relacionamento que surge. Em meio ao intenso romance e à rebeldia dos dois, acontece o trágico acidente: o navio colide-se com um iceberg, naugraga completamente e causa a morte de 1.500 pessoas. O casal enfrenta essa tragédia juntos.

Quinze anos após a estreia da versão original, Titanic 3D volta aos cinemas e está em terceiro lugar na prévia das arrecadações deste final de semana, nos EUA, ficando atrás apenas de American Pie: O Reencontro e Jogos Vorazes, arrecadando US$ 21,9 milhões e ocupando a segunda posição dos filmes com maior faturamento de todos os tempos. Em primeiro lugar está o filme Avatar, dirigido pelo mesmo diretor de Titanic.

Houve apenas uma alteração na versão 3D. O diretor James Cameron foi alertado pelo astrônomo Neil deGrasse Tyson, que havia um erro em relação à posição das estrelas : “Tyson me mandou um e-mail desaforado dizendo que, naquela época do ano e naquele ponto do Atlântico em 1912, quando Rose (Kate Winslet) está deitada em um pedaço de madeira olhando para as estrelas, não são aquelas as estrelas que ela deveria estar vendo”, afirmou Cameron em entrevista recente.  O diretor pediu ao astrônomo que lhe enviasse a posição correta das estrelas naquele momento, há 100 anos. Ao receber o material, James Cameron refilmou a cena.

Os quinze anos que se passaram – do lançamento da versão original até aqui – foram suficientes para que Cameron desenvolvesse a tecnologia necessária para refazer Titanic em 3D, que com essa reestreia, continua sendo sucesso nos cinemas de todo o mundo. O diretor, em entrevista à revista Galileu, conta que o processo de conversão para o formato foi minucioso, chegando ao ponto de isolar bolha por bolha de água durante o naufrágio para trabalhar a dimensão de cada detalhe. Ele afirma também que a versão em 3D do filme Titanic amplia a experiência do original e rejeitou as críticas de que o relançamento do filme seja uma forma de faturar em cima do naufrágio do navio. “Acho que [o 3D] o torna mais imersível. Ele meio que amplia a experiência para o nível 11, em vez do 10”, diz.

Os amantes do filme que contribuíram para seu sucesso mundial poderão rever essa emocionante história, que até hoje faz com que muitas pessoas saem das salas de cinema com os olhos cheios de lágrimas.

Francieli Gomes

E-mail: francielivgomes@gmail.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: